Como evitar o mau hálito?

O mau hálito é um problema presente no dia a dia das pessoas, se você não tem, conhece alguém que tem. E é sempre uma situação desagradável para ambas as partes envolvidas, para você e para a pessoa. Por isso, preparamos algumas dicas que juntamos com o nosso consultor cirurgião dentista Eduardo Arruda sobre como evitar o mau hálito. Esperamos que ajude 😉

halitose

halitose

Higiene bucal

Os cheiros ruins do nosso corpo geralmente são causados por bactérias, o mau hálito é um deles na maioria das vezes. Por isso a limpeza adequada da boca é essencial. Ou seja, escovar bem ajuda a remover a camada de bactérias e os alimentos que estão na parte superficial dos dentes. Sabe quando você esquece uma fruta em algum lugar e ela começa a dar cheiro ruim? Isso acontece dentro da nossa boca, temos enzimas que ajudam esses alimentos a começarem a “apodrecer” atraindo bactérias e o mau cheiro. Além da escovação é fundamental o uso do fio dental, já que as cerdas da escova não chegam nos vãos existentes entre os dentes. Lembrando que a passagem do fio dental deve ser feita da maneira correta para ter efeito. Isso significa passar nas duas laterais dos dentes, confira a imagem:

fio dental

fio dental

Dessa forma você garante que os resquícios de alimento saiam dos dentes. Alerta: passar fio dental e sentir um cheiro muito forte ou sangrar as gengivas significa (na maioria das vezes) que o fio dental está sendo passado poucas vezes. Então comece a usar com mais frequência, pelo menos uma vez por dia.

Outro aliado da higiene bucal é o antisséptico bucal, ele é com certeza um dos insumos mais práticos de se usar. Em 15 segundo já é possível eliminar 99,9% dos germes. O uso é rápido e indicado umas duas vezes por dia. A dica é sempre ter um na bolsa já que assim sempre está na “mão” e é uma mão na roda para tirar o mau hálito momentaneamente de algo específico. O antisséptico também chega em partes da boca que os itens acima não englobam tão bem: as gengivas. As gengivas também fazem parte da nossa higiene bucal e são bem tratadas com o uso do antisséptico bucal.

antisséptico 1

antisséptico 1

Alimentação

Sabemos que a nossa alimentação influencia em diversas partes do nosso corpo, a boca não podia ser diferente. O mau hálito é potencializado com a ingestão de alguns alimentos. Isso não significa que você não pode comê-los, mas sim evitar ou, quando comer, redobrar os outros cuidados com a saúde bucal. Alguns desses alimentos são alho, cebola, laticínios, café e os ricos em enxofre como ovo. 

Mas, assim como existem os que são potencializadores, existem os que ajudam no combate. Alguns deles são: maçãs, pepinos, cenoura, gengibre, limão e hortelã. Isso porque alguns são antioxidantes e ajudam na raspagem das bactérias. 

Lembre-se: não é comer um limão que vai ajudar no mau hálito e como mágica ele some. A ajuda no combate do odor vem com o tempo. Ou seja, introduza mais esses alimentos na sua alimentação e diminui como puder os que prejudica. Com o tempo o resultado disso vem e seu hálito ficará cada vez mais fresco. Além de saber que está ingerindo alimentos ricos em água e antioxidantes. 

limão

limão

Água

Água, sempre presente quando o assunto é saúde. Sim…ela está presente também na saúde da sua boca. Tente sempre ingerir água durante o dia, golinhos a cada 10 minutos ajudam a boca a ficar hidratada e “molhadinha”. Aproveite a deixa e beba sempre mais que um golinho, assim além da boca o seu corpo agradece de maneira geral!

água

água

Tempo sem comer

Você provavelmente já reparou que quando você fica muito tempo sem comer dá um cheirinho diferente na boca?

Isso porque quando o corpo não recebe glicose ou alguns compostos por muito tempo ele começa a ter reações e produzir substâncias. Essas, por sua vez, juntas com alguns outros fatores podem resultar em mau hálito. Por isso, tente ingerir algumas frutas, cereais ou faça um lanchinho entre as refeições. Novamente, isso colabora não só com a boca, mas como na manutenção da saúde no geral e no aumento da imunidade.

Essas foram as dicas que separamos para você! Fique ligado para ler outras publicações de dicas e atualizações sobre a higiene bucal e suas tendências.